quarta-feira, 28 de outubro de 2015

ENCANTAR para DESENCANTAR

O Encanto

Encantar é fazer a pessoa se sentir nas nuvens. Encantar é trazer a admiração, a paixão, o brilho no olhar, o amor, o enamorar-se para bem próximo de si. Encantar, é tirar o coração da solidão e trazer para o meio da roda. Encantar é tudo isso e muito mais.
Estava preparando uma palestra para os jovens da PJM, quando me deparei com a palavrinha ENCANTAR. Ao buscar uma ilustração no Google, joguei as palavras CORAÇÃO ENCANTADO, e o Google me retornou com muitas imagens, mas uma dela me chamou a atenção:

Sim, um coração ENCANTADO é um coração que está no canto. Achei muito engraçado a imagem e a relação que o Google fez. No primeiro momento pensei em descartar essa imagem, mas depois de muito pensar e refletir optei por usá-la. E veio à mente a seguinte reflexão: um coração jogado, abandonado num canto de uma sala. Quer representar os adolescentes e jovens que estão nos grupos, participam de movimentos juvenis, e encontram no grupo um lugar onde partilhar suas dores e angustias. Pense em todas as vezes, que você, animador de grupos, entrou em seu grupo e encontrou adolescentes e jovens assim, como esse coração no canto. Quem sabe precisando de carinho, de uma atenção. E o que fizemos? Conseguimos tirá-lo do canto? Usando a lógica das palavras e suas definições, conseguimos DESENCANTÁ-LO, ou seja, tirá-lo do canto de sua existência? Concluí em minha reflexão, que para DESENCANTAR é necessário ENCANTAR. Por isso, ao entrar em sala de aula, em algum grupo, na sua escola, na sua paróquia, em sua igreja, qualquer que seja a denominação, olhe bem nos cantinhos e procure por adolescentes, jovens e até mesmo adultos DESENCANTADOS, porém jogados num canto, abandonados, necessitando de atenção, carinho e afeto e faça o seu coração pulsionar mais forte. Você tem em suas mãos a possibilidade de fazer feliz uma pessoa, e ao mesmo tempo tornar-se a pessoa mais feliz do mundo. Que tal começar agora a DESENCANTAR as pessoas com o seu ENCANTO?

Um abraço do Brother John

Nenhum comentário: