sexta-feira, 29 de julho de 2011

Sim, eu posso!!!

A vida é maravilhosa. A cada dia encontro pessoas mais maravilhosa ainda. Encontro jovens dispostos a dar uma guinada de 180 graus na vida. Já escutei muitas vezes jovens reclamando da vida: eu sou um fracasso; eu não consigo; a estima mais baixa do que o dólar nos últimos dias. E quando você analisa esse jovem, você percebe que ele tem tudo para ser a pessoa mais feliz do mundo. O que está faltando? ACREDITAR , SONHAR E AGIR.
Nas minhas andanças por ai, nos encontros com a juventude, tenho encontrado uma juventude diferente daquelas que conheci há alguns anos atrás. Vejo jovens mais dispostos e engajados nos grupos de Pastoral, porém, os vejo com maiores propensões a não acreditar em si próprio, nas forças que se escondem dentro de si e que ainda não foram descobertas.
Interessante perceber que quando o jovem quer algo para satisfazer o seu prazer, ele rapidinho consegue reunir a galera, arrecadar fundos, marcar um encontro via twitter, facebook e MSN, mas tem uma enorme dificuldade de reunir forças para uma redescoberta de si.
Dias atrás falei com um jovem que dizia não ser feliz. Pergunte-me, onde será que ele busca essa felicidade? Com certeza fora de si, nas coisas que mais lhe dão prazer; na busca do TER ao invés da busca do SER. É interessante perceber a surpresa com esses jovens recebem algumas orientações, sobretudo quando nós, adultos, apostamos na força interior e na capacidade do jovem; quando você começa a apoiar, dar força e dizer: você é capaz, sim, você pode SER muito mais do que é, você percebe o brilho no olhar do jovem voltar a reluzir; você começa a perceber um sorriso brotando dos seus lábios; existe coisa mais gratificante para alguém do que perceber de que o jovem está se redescobrindo? Que o jovem está colocando as coisas em seus devidos lugares e usufruindo de verdadeiros valores ao invés de contra-valores? Sim, eu tenho a experiência e a vivência de tudo isso e posso dizer com certeza de que sou feliz por isso; sou feliz por ver os jovens se transformando e me sinto realizado quando alguém retorna e diz: Brother, eu consegui!!!
Durante o CLIMA (Curso de Liderança Marista) tive experiências maravilhosas e posso dizer que saí desse encontro muito feliz, pois aprendi muito com os jovens. Escutei relatos que poderiam assombrar muitos adultos por ai, mas tudo foi processado, compreendido e guardado em meu coração; aprendi a ter paciência, pois nada acontece por acaso e tudo tem um tempo. Não adianta querermos apressar o amdurecimento das coisas, das pessoas, pois o desabrochar acontece no exato momento que tem que acontecer, nem que seja no último dia do encontro.
Os relatos que ouvimos de alguns jovens, nos deixam extasiados e com aquele apetite de "querer mais"! Como é reconfortante saber que a formação oferecida a esses jovens é levada a sério e que produz seus frutos.
Estava teclando com um jovem no MSN há algumas semanas atrás e o tema era sobre o CLIMA. Ele me dizia: "

Hoje  está sendo meu primeiro dia aqui fora,  sem estar no clima, que foi em Joaçaba SC.

Interessante perceber que o Guilherme Sentier, 19 anos, sendo 5 anos dedicados a PJM de Itapejara d´Oeste, fala do Clima com se a vida dele tivesse mudado de tal forma que após o CLIMA tudo começa do "zero"; parece ser uma nova vida. Seria possível um Curso de Liderança provocar tantas mudanças em um jovem? E ele continua:

"Meu!!! Quanto foi especial para mim, importante demais o CLIMA. Quando você vive passo a passo os momentos maravilhosos que a PJM nos  proporciona,   você começa a perceber que está nesse mundo   para  ajudar  o próximo, para ser  O diferente e fazer a diferença."

Você, amigo leitor, não se sente bem ao ler esse depoimento? Não é motivador saber que um jovem como você percebe a grandeza das coisas quando começa a buscar dentro de sí a felicidade? O Guilherme fez uma experiência marcante e que mudou a sua visão das coisas; muitas vezes é assim mesmo que acontece, sobretudo quando olhamos apenas para o nosso "mundinho" e esquecemos aqueles que estão ao nosso redor.
Além da formação humana, pessoal que a PJM oferece aos jovens, algo marcante também são as amizades. O Guilherme em seu depoimento também fala sobre isso:

 "Muitos jovens  que  conheci no CLIMA  hoje são meu amigos verdadeiros; são como meus irmãos. Nossa!!!  Estou muito feliz  e quero passar esta alegria para os meus colegas  do meu grupo da PJM."

Não sei se os leitores estão percebendo a felicidade do Guilherme, sobretudo pelas novas amizades que ele fez no CLIMA. É interessante perceber também, que quando conquistamos algo de bom para a nossa vida, nos tornamos tão feliz que não conseguimos segurar somente para nós essa alegria, e corremos para contar para outras pessoas. Dessa forma aconteceu com o Guilherme, que estava ansioso para repassar aos amigos de grupo tudo o que mudou em sua vida a partir do CLIMA. São essas coisas que nos deixam alegres e que nos dão motivos para prosseguir nessa caminhada com a juventude. O que mais achei interessante no depoimento do Guilherme, é a sua vontade de SER. Leia abaixo a finalização do depoimento do Guilherme:




"...  e quero  ser um  grande LIDER,  e vou ser  sim!!  Quero ser um jovem que vale  a PENA,  não apenas um jovem que dê PENA . Tem muitos jovens que não querem nada com nada e nem mesmo com a vida hoje em  dia. Só sabem aprontar;  eles dão pena  mas  quero ser  um dos  que vale a pena  e ajudar quem for preciso."

Nada melhor do que terminar esse meu post com essa disposição que o Guilherme nos mostrou no seu depoimento. Ser Líder, antes de qualquer formação, de qualquer curso, é preciso QUERER e acreditar que se consegue. Ser um jovem que vale a pena e não que dê pena; uma sabedoria escondidade nesse jovem da PJM que aqui compartilhou conosco a sua alegria de ser um Pejoteiro e a sua disposição de ajudar os outros.
O meu maior desejo é que o Guilherme leve para toda a sua vida este desejo e esta disposição. Que não perdure apenas algumas semanas enquanto durar o "fogo" do CLIMA. Que esse fogo permaneça a aquecer o seu coração e a iluminar o seu caminho e de muitos outros jovens.
Tenho a plena certeza de que muitos outros jovens teriam maravilhas para serem narradas aqui, mas fica esse exemplo aqui, de que TODOS somos capazes e assim como o Guilherme, que todos possa a cada dia repetir sem medo e com muita audácia: SIM, EU POSSO!!
Muito obrigado Guilherme pelo seu depoimento.

Um fraternal abraço a todos amigos leitores!

@brotherjohnp 

segunda-feira, 18 de julho de 2011

A temperatura do nosso coração!!


Estimado leitor, querido amigo!!!
Dias atrás nos deparamos com um frio de lascar. A temperatura chegou as cifras negativas em algumas cidades do Sul do Brasil. Coisa de louco!!! Mas nada disso é novidade, afinal de contas estamos no inverno.
Gostaria de refletir neste post sobre o frio. Não o frio decorrido da nossa estação atual, mas do frio do nosso coração. É isso mesmo! 
O frio é um fenômeno que de um lado trás seus benefícios para a natureza e de outro trás algumas conseqüências nada agradáveis aos seres humanos. Não são poucos os fatos que podemos citar o frio como sendo causa de mortes e outras catástrofes.
Mas onde quero chegar com este tema inicial? Quero propor para você, leitor assíduo deste blog uma reflexão sobre o AMOR e a sua capacidade de AQUECER o nosso coração e de tantas outras pessoas que nos cercam.
Você já se deu conta da frieza dos corações de tantos jovens e adultos? Você já analisou as suas atitudes em relação ao AMOR ao PRÓXIMO? 
Nossa! Quanta confusão se faz com essa palavra tão pequena, mas que carrega um significado tão grande. E aqui, em nossa reflexão, quero me referir do amor fraterno, aquele amor que devemos ter para com nossos pais, irmãos e amigos. Um amor que nos faz vislumbrar um grande ensinamento deixado por Jesus Cristo: Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei (Jo 15, 12). Se todos pudessem colocar em prática este ensinamento tão simples e ao mesmo tempo tão difícil de encarnar, poderíamos, seguramente, viver a nossa vida e os nossos relacionamentos de forma mais tranqüila e harmônica. Mas, o que nos impede de colocar em prática tão nobre ensinamento? Dentre tantas coisas eu me arrisco a apontar um impedimento: a frieza do nosso coração. Como seria bonito ver as pessoas se amando fraternalmente Os jovens amando seus pais, seus irmãos e seus amigos. Não importa a idade, mas aqui destaco o jovem como a figura “amorosa” por excelência, pois ele traz em seu ser a “explosão” maravilhosa do amor. Porém, tantas vezes usamos a palavra amor sem dar valor ao seu nobre significado. Dias atrás, navegando na internet eu encontrei uma comunidade no Orkut com o seguinte título:  “Amigos também dizem eu te amo”. Mais adiante encontrei outra: Eu amo minha família e mais outra Eu amo meus amigos. E fui percebendo como é fácil “escrever” isso no papel, porém o quão difícil é a sua prática.Essa reflexão me fez refletir sobre o AMAR. Mas afinal de contas, o que é amar? Fiz uma pesquisa no site de busca Google (www.google.com.br) e encontrei 130.000.000 incidência para o verbete “amar”. É muita coisa, não é mesmo? E com certeza não encontraríamos em nenhum desses sites o significado de amor que nos convença ou que esteja de acordo com a NOSSA definição, pois amor é um sentimento muito amplo e pessoal que se vive em nosso dia a dia através de gestos concretos em favor do nosso próximo. O amor é um sentimento que vem de dentro de nós. Não é qualquer sentimento. É um sentimento que você pode expressar com gestos e palavras. É um sentimento que o leva a dedicar a sua vida em prol de outras pessoas. O amor verdadeiro prioriza a alma, o bem estar e a felicidade. O amor é o FOGO que aquece a alma. E muitas vezes o amor é tão intenso que não se pode defini-lo com meras palavras. Por tanto querido jovem, viva o amor intensamente. Aquele amor que está na sua mente e no seu coração. Aquele amor que te impulsiona a viver sua juventude de forma intensa. Não deixe o frio do egoísmo, do ciúme, da inveja congelar o seu coração. Se o ódio, a raiva, o rancor invadir o seu coração, a única maneira de expulsar tais sentimentos é através do amor. Por isso é hora de colocar um termômetro em sua alma e medir a sua temperatura. Está fria? Congelada? O momento de aquecê-la é agora e somente o amor lhe proporcionará tal experiência. Você pode salvar muitas pessoas “frias”, basta acender o fogo do seu coração, o amor.  Que tal começar hoje?
Um mega abraço a todos!

@brotherjohnp

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O sentido da VIDA

 
 
A busca do sentido para a vida.

No mês passado estava andando por uma avenida movimentada aqui de Curitiba e me deparei com uma movimentação enorme no canteiro que separa as duas pistas da avenida. Muita gente, algumas viaturas da polícia e alguns policiais de arma em punho. Um jovem havia sido executado por inimigos do tráfico de drogas de um bairro próximo. A cena daquele jovem não me saiu mais da cabeça. No dia seguinte comprei o jornal para saber do que se tratava. O que mais me chamou a atenção foi a idade do jovem assassinado: 17 anos. Ele vendia maconha naquele bairro. Estava internado num centro de recuperação e havia saído fazia três dias. Ao retornar para a sua casa, os inimigos não o perdoaram.
Foto: http://bit.ly/k0VBza
 Fiquei alguns dias pensando sobre este fato ocorrido. Perguntei-me por diversas vezes o que faz um jovem de 17 anos se enveredar por um caminho que não tem mais volta?
 Imagino quantos jovens iguais a esse existem por este mundo. Qual o sentido da vida para eles? Se eles não vêem mais sentido para a vida, por que o perderam?
Foi pensando neste fato que resolvi escrever sobre o sentido de vida. Vamos nessa?
Temos escrito muitas vezes sobre os valores que regem nossa vida. É óbvio que cada um, dependendo de seus interesses, elegem os valores, ou contravalores, que mais lhe convém. Para mim, o maior valor de todos, sem dúvidas, é a VIDA. Para que esse valor seja vivenciado de forma plena precisamos estar atento ao seu significado, ou seja, ao sentido que damos a ela.
Sabemos que a nossa sociedade atual demonstra claramente que a pessoa para ser feliz precisa TER. Se em nossa vida não lutarmos para “ter” as coisas que a sociedade de consumo nos oferece, com facilidade podemos afirmar que a nossa vida não tem sentido se não estivermos na “onda”. Isso justifica as várias maneiras de se conseguir as coisas. Vemos as pessoas numa luta violenta em busca do ter, nem que para isso seja necessário “pisar” no outro. Todas as injustiças que acompanhamos pelos noticiários têm seu fundamento no TER mais. Quando o PODER sobre na cabeça do ser humano, tudo se torna relativo, inclusive a própria vida.
O verdadeiro sentido da vida nós encontramos na busca da felicidade, que se dá justamente quando buscamos também a felicidade do outro. O sentido da vida se centra em nosso projeto de vida, que deveria ter como base o próprio projeto de vida de Jesus Cristo: amai-vos uns aos outros como eu vos amei. É nessa verdade que encontraremos o sentido de nossa vida. Ao abrirmos o nosso coração ao outro vamos aos poucos encontrando o nosso tesouro: a felicidade de viver. Quando nos tornamos egoístas e fechados em nós mesmos vamos perdendo aos poucos o real sentido da vida.
Foto: http://bit.ly/lnTdHp
Querido jovem, buscar o sentido da vida baseando-se somente no nosso TER não vai ajudar em nada em nossa realização plena. O SER é tudo diante dessa realidade. Por isso é muito importante a busca constante do SER cada vez mais. Ser mais humano, mais bondoso, mais amigo. Colocar esse objetivo em nosso projeto de vida vai dar muito mais valor à nossa busca constante de sermos felizes e tornar o nosso próximo feliz. O sentido da vida se conquista através de ações que nos torna seres humanos capazes de “dar a vida ao outro”, de “morrermos” para o nosso egoísmo, para os nossos ciúmes, para as nossas mesquinharias e mediocridade. Somente dessa forma seremos felizes e não ficaremos abandonados, nas mãos de algozes, como aconteceu como aquele jovem de 17 anos que há tempo já havia perdido o sentido da vida.
Queremos renovar, então, o nosso projeto de vida, buscando cada vez mais o sentido para a nossa vida. É um “parada” desafiadora, mas com a graça de Deus e com o nosso esforço chegaremos lá. Força e coragem, pois ELE está conosco.

Um forte abraço e conte sempre comigo
irmaojoao@hotmail.com
@brotherjohnp




A busca do sentido da vida – dinâmica de motivação e reflexão

Objetivo: descobrir através da realidade que nos cerca motivos que nos levam a descobrir o sentido da nossa vida.

Tempo: 20 a 30 minutos

Número de participantes: até 30 participantes

Material: recortes de jornais ou revistas que mostram as mais diversas realidades (negativas e positivas) no Brasil ou fora. (Ex. guerras, terremotos, gripe aviária, drogas, família unida, cientistas descobrindo remédios e curas, pessoas felizes, nascimentos, lares etc. aqui a quantidade pode variar de acordo com a disponibilidade do material);
Aparelho de som;
Músicas: uma música alegre e agitada e uma música mais reflexiva.

Ambiente: uma sala ou outro local onde os recordes de revistas ou jornais possam ser disponibilizadas, no chão ou na parede.

Desenvolvimento

O coordenador do grupo solicita aos participantes que andem pela sala, ao de uma música reflexiva, olhando os recordes espalhados pela sala. É necessário que neste primeiro momento os participantes façam isso em silêncio. Solicitar que todos os participantes reflitam sobre cada realidade observada.
Após a observação, o coordenador cessa a música e solicita que os participantes respondam para si as seguintes perguntas: analisando a sua vida e comparando com as realidades observadas, qual o sentido que você dá para a vida? Como você valoriza a sua vida? Diante das realidades negativas que você observou que conclusão se pode tirar? Diante das realidades positivas, que conclusões se pode ter? O coordenador recoloca a música. Os participantes podem permanecer caminhando e observando os recortes.
Terminada a reflexão, o coordenador solicita que em duplas ou trios, sentados, partilhem as perguntas dadas anteriormente.
Quando os grupinhos terminarem a partilha o coordenador faz uma reflexão sobre a nossa maneira de ver a realidade e como a enfrentamos (o coordenador pode usar motivações de acordo com a realidade do grupo).
Depois dessa reflexão, o coordenador deixa a palavra livre para quem quiser se manifestar sobre a dinâmica.
Terminada a partilha do grupo, o coordenador coloca a música alegre e pede aos participantes que caminhem pela sala alegres, contentes, pulando, de braços dados, abraçados, em grupinhos de dois ou três e vão recolhendo os recortes negativos e colocando no lixeiro e os recortes positivos no centro da sala. Após esse exercício, o grupo faz um grande circulo ao redor dos recortes positivos e fazem um momento de louvor a Deus pelo dom da Vida, agradecendo as coisas boas da vida e fazendo o propósito de sempre lutar contra o desânimo, contras as desmotivações e propondo se ajudarem mutuamente, sobretudo quando alguém do grupo estiver desmotivado. Esses propósitos podem ser em forma de oração. Termina-se o momento com a oração do Pai-Nosso e com o abraço da paz.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

O jovem autêntico

Olá amigos leitores.

Temos visto e ouvido em nossos telejornais inúmeras notícias sobre jovens e violência. Mas não é esse o tema que quero discorrer aqui neste post, mas diante de tantas coisas horrendas praticadas pelos jovens nos dias de hoje, quero salientar o que o jovem tem de bom.


Recebi algum tempo atrás uma pergunta de um jovem através do site AMAI-VOS (http://amaivos.uol.com.br), no qual sou voluntário para responder as inquietudes da juventude em geral. Ele me perguntava o que é ser um jovem autêntico, pois ele estava muito preocupado com a sua vida e o modo de viver a sua juventude. Achei a sua preocupação fenomenal, pois são poucos que pensam em viver a sua juventude de forma verdadeira.
Eis a minha resposta a esse jovem:

 Olá Filipe. Que alegria poder ler a sua pergunta e saber que você está preocupado com a autenticidade do SER JOVEM na sociedade de hoje. Agradeço imensamente a sua confiança no JOVEM ON LINE. 

Antes de tudo, vamos definir a palavra "autêntico". Conforme nossos dicionários (usei aqui o dicionário Houaiss), autêntico é:
 - ser reconhecido como legítimo; 
- estar em conformidade com os fatos;
- não imitativo; verdadeiro
- em que não há falsidade; espontâneo, real
- que tem autoridade; válido

Filipe, estas são definições que a gente encontra nos dicionários. Mas acredito que existem muitas outras definições para essa palavra. A nossa própria vivência diária com outras pessoas podem nos levar a descobrir ou conhecer o que é ser autêntico. Algumas figuras em nossa história, a começar por Jesus Cristo, passando por tantos outros heróis, como Gandhi, Martin Luther King, Madre Tereza de Caucutá,e tantos outras pessoas, são para nós modelos de pessoas autênticas, que lutaram por uma causa e não fugiram dela mesmo que fossem ameaçadas de morte, continuaram firmes em sua autenticidade etc.
Tem uma autora , o nome dela é Fernanda Young, que diz o seguinte sobre isso: “Ser autêntico é não ter que provar nada para ninguém” (Fernanda Young)
Legal né? Vou indicar pra você um texto muito interessante que eu retirei de um livro chamado: "Intimidade - como confiar em sí mesmo e nos outros." (Osho). Se você ler até o fim o que está abaixo, tenho certeza que a sua pergunta será respondida.

"Sinceridade significa autenticidade – ser sincero, não ser falso, não usar máscaras. Qualquer que seja o seu rosto verdadeiro, mostre-o, custe o que custar.
 
Lembre-se: isso não significa que você tenha de desmascarar os outros; se eles estão felizes com as mentiras deles, compete a eles se decidir. Não saia desmascarando ninguém, porque as pessoas são como são… seja verdadeiro consigo mesmo. Não é preciso que você corrija ninguém no mundo. Se você puder crescer sozinho, será o bastante. Não seja um reformador e não tente dar lições aos outros, não tente mudar os outros. Se você mudar, será o bastante como mensagem.

Ser autêntico significa permanecer verdadeiro consigo mesmo. Como permanecer verdadeiro? Lembre-se sempre de três regras. Um: nunca dê ouvidos a ninguém quando dizem o que você deve ser. Ouça sempre a sua voz interior, o que você gostaria de ser; do contrário, vai desperdiçar sua vida inteira…

Preste atenção: a coisa mais importante é o seu ser. Não deixe que os outros manipulem você – e eles são muitos; todo mundo está pronto para controlar você, para mudar você, para lhe dar uma orientação que você não pediu. Todo mundo quer ser o guia da sua vida. O guia existe dentro de você - você tem o plano.

Ser autêntico significa ser sincero consigo mesmo…

O motivo pelo qual todo mundo parece tão frustrado é que ninguém ouve a própria voz… ouça sempre sua voz interior, e não ouça mais nada. Existem mil e uma tentações ao seu redor, porque muitas pessoas estão mascateando as suas coisas. É um supermercado; o mundo, e todo mundo nele está interessado em vender as próprias coisas a você. Todo mundo é um vendedor. Se der ouvidos a muitos vendedores, você vai ficar louco. Não dê ouvidos a ninguém, simplesmente feche os olhos e ouça sua voz interior. É para isso que existe a meditação: para ouvir a voz interior.

A segunda regra mais importante – só se você cumprir a primeira regra poderá cumprir a segunda: nunca use uma máscara. Se estiver com raiva, mostre a sua raiva. É perigoso, mas não sorria, porque isso é ser falso. Mas lhe ensinaram que, quando você está com raiva, deve sorrir. Então seu sorriso torna-se falso, uma máscara – simplesmente um movimento dos lábios e nada mais. O coração está cheio de raiva, veneno, e os lábios sorrindo: você se torna um prodígio de falsidade.

Então também se manifesta uma outra reação: quando você quer sorrir, não consegue sorrir. Todo seu mecanismo está de cabeça para baixo porque, quando queria ficar com raiva, você não ficava; quando queria odiar você não odiava. Então você quer amar; de repente, você descobre que o mecanismo não funciona. Então você quer sorrir, você precisa forçar o sorriso. Realmente, o seu coração é todo sorrisos e você quer dar uma boa risada, mas não consegue rir… o sorriso não sai, ou ate mesmo, se sair, será um sorriso apagado e sem graça. Ele não deixa você feliz, você não se entusiasma com ele. Você não irradia nada.

Quando quiser ficar com raiva, fique com raiva. Não há nada errado em ficar com raiva. Se quiser rir, ria. Não há nada errado em dar uma risada. Pouco a pouco você vai ver que todo seu organismo voltou a funcionar direito… não use máscaras; do contrário você vai criar disfunções no seu mecanismo, bloqueios. Existem muitos bloqueios no seu corpo. A pessoa que reprime a raiva fica com a mandíbula bloqueada. Toda a raiva vai para a mandíbula e pára ali. As mãos ficam feias; elas não têm o movimento gracioso de um bailarino, não, porque a raiva chega aos dedos e os bloqueia. A raiva tem duas saídas para ser liberada: uma são os dentes, a outra são os dedos.

Se você reprime alguma coisa, existe no seu corpo alguma parte correspondente à emoção. Se você não quer chorar, os seus olhos vão perder o brilho… porque as lágrimas são necessárias; elas são um fenômeno muito vivo. Quando uma vez ou outra você deixa as lagrimas correrem – quando você realmente chora, você chora de verdade, e as lágrimas começam a correr dos seus olhos – os seus olhos se limpam, se revigoram, recuperando a juventude e a pureza.

Lembre-se: se não puder chorar sinceramente, você também não poderá rir, porque essa é a outra polaridade. As pessoas que conseguem rir também conseguem chorar; as pessoas que não conseguem chorar não conseguem rir.

E a terceira regra sobre a autenticidade: permaneça sempre no presente, porque tanto do passado quando do futuro é que vêm todas as falsidades. Porque o que passou, passou; não se preocupe com isso e não carregue como um fardo, do contrário, isso não vai permitir que você seja autêntico em relação ao presente. E tudo que não aconteceu ainda não aconteceu. Não se incomode sem necessidade com o futuro, do contrário, ele cairá sobre o presente e o destruirá. Seja verdadeiro em relação ao presente, então, você será autêntico. Nem passado, nem futuro – o momento é tudo. O momento é a eternidade inteira.

Siga essas três regrinhas e você vai conseguir ser sincero, verdadeiro, autêntico. Então, tudo o que você disser será verdade. Comumente você pensa que precisa tomar cuidado para dizer a verdade; não é isso o que eu estou dizendo. Estou dizendo: crie autenticidade e tudo o que você disse será verdade.

A verdade não é uma coisa lógica. Por verdade eu quero dizer a autenticidade do ser, sem impor nada que você não seja, apenas sendo o que você é, independentemente dos riscos, nunca se tornando um hipócrita. Se você está triste, fique triste - esta é a verdade, não a esconda. Não exiba um sorriso falso no rosto, porque esse sorriso falso cria uma divisão em você.

Quando você está com raiva e não demonstra a raiva é porque tem medo de que essa demonstração prejudique a sua imagem, porque as pessoas pensam que você é compreensivo e dizem que você nunca fica com raiva. Elas gostam disso e isso é tão gratificante para o ego. Agora, ficar com raiva vai prejudicar a sua linda imagem, assim, em vez de prejudicar a imagem, você reprime a raiva. Você está fervendo por dentro, mas por fora continua compreensivo, bondoso, polido, doce. Aí acontece a divisão. As pessoas produzem essa divisão durante a vida inteira, então a divisão se torna absolutamente estabelecida. Mesmo quando você está sentado sozinho e não há ninguém por perto, e não há necessidade de fingir, você continua fingindo - isso se tornou um hábito arraigado e automático… Então, não é uma questão de ser verdadeiro ou falso - isso acabou por se tornar um hábito…

Por verdadeiro eu quero dizer não fingir. Seja exatamente o que você é – num momento você está triste… e no momento seguinte, se você ficar feliz, não há necessidade de continuar triste – porque também lhe ensinaram a ser sempre coerente, a permanecer coerente…

Assim, não é só quando está triste que você finge sorrisos; quando você quer sorrir, também finge tristeza por causa da idéia completamente estúpida de permanecer coerente. Cada momento tem a sua característica peculiar, e nenhum momento precisa ser coerente com nenhum outro momento. Assim, não é preciso se preocupar com a coerência. Ninguém que se preocupe com a coerência vai se tornar falso porque apenas mente com coerência. A verdade está sempre mudando. A verdade contém suas próprias contradições – e essa é a substância da verdade, essa é a sua vastidão, essa é a sua beleza.

Portanto, se você está se sentindo triste, fique triste – sem nenhuma censura, sem nenhuma avaliação como sendo bom ou mau. Não se trata de ser bom ou mau; isso simplesmente acontece. E quando acontece, deixe acontecer. Quando você começar a sorrir de novo, não se sinta culpado só porque há pouco estava triste; então, como pode sorrir? Quando estiver feliz, seja feliz - não há necessidade de fingir nada.

Cada momento tem uma realidade atômica: ele é descontínuo em relação ao momento anterior e não está ligado ao momento futuro. Cada momento é atômico. Os momentos não se seguem uns aos outros em seqüência; eles não são lineares. Cada momento tem a sua própria maneira de ser e você deve ser isso, nesse momento, nada mais. É isso o que realmente é considerado como verdade.

Verdade significa autenticidade, verdade significa sinceridade. A verdade não é uma coisa lógica. Ela é um estado psicológico de ser verdadeiro – não verdadeiro de acordo com algum ideal, pois, se houver um ideal, você vai se tornar falso.

O homem verdadeiro não tem ideais. Ele vive momento a momento; ele sempre vive como se sente no momento. Ele é completamente respeitoso em relação aos próprios sentimentos, às próprias emoções, aos próprios humores. E isso é o que eu quero que as pessoas sejam: autenticas, verdadeiras, sinceras, respeitosas em relação à própria alma."

Amigo Filipe, espero que você tenha ficado esclarecido com a minha resposta. Desejo muito sucesso a você e o meu maior desejo é que você comece e a lutar a partir de hoje para ser um jovem autêntico de verdade. 

Um forte abraço do sempre amigo 
@brotherjohnp

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Nossos modelos de vida!

Maria, a modelo de jovem!

A busca por um modelo de vida nos dias de hoje, sofre algumas distorções, sobretudo quando o assunto são os valores. Em certa idade de nossas vidas, nossos pais são os modelos de nossas vidas. Com o passar dos anos muitos jovens buscam outras referências para imitar. É a fase onde, por exemplo, um cantor ou jogador de futebol, torna-se ídolo e por ele, muitas vezes, o jovem é capaz de tudo.
Neste mês de maio, o desafio do Blog, é refletirmos sobre nossos modelos de vida. Será um momento em que, juntos, iremos questionar sobre nossos valores e modelos. Você topa essa parada? Então vamos lá.

Conforme o dicionário eletrônico Houaiss, a palavra ‘modelo’ significa, dentre outros significados, coisa ou pessoa que serve de imagem, forma ou padrão a ser imitado, ou como fonte de inspiração.
Dentro de um lar, os pais deveriam ser os modelos dos filhos. Infelizmente, devido às instabilidades dos lares nos dias de hoje, muitos jovens buscam modelos fora do lar. Desta forma os jovens ficam à mercê da sociedade que, muitas vezes, ofertam “modelos” de vida com fins puramente comercial. São modelos incompletos, e muitos deles faltam os “acessórios” principais: os valores. Certa vez, estava trabalhando com um grupo de jovens sobre “projeto de vida”. Em certo momento perguntei ao grupo em que “modelo de vida” eles se inspiravam para fazer seu projeto de vida. Ouvi muitas respostas interessantes, que nomearam pessoas como Jesus, Maria, os Santos, Gandhi e outros. Um deles nomeou um famoso jogador de futebol. Perguntei por que ele havia escolhido tal pessoa e ele me respondeu: “porque ele é famoso, rico, tem um carro importado e muitas mulheres...”. A pergunta é a seguinte: onde estão os valores dentro desta resposta? Ser famoso? Ser rico? Ter bens materiais? Ter muitas mulheres?
Um verdadeiro modelo de vida nos ensina muito mais que isso. Quando escolhemos alguém para seguir ou imitar devemos nos orientar pelos valores. É nesse sentido, que apresento como modelo a ser imitado, alguém jovem igual a você. Alguém que na sua juventude assumiu um compromisso que mudaria o rumo da história. Aproveitando este mês de maio, apresento Maria, a Mãe de Jesus, como modelo de vida.
Muitos poderiam estar se perguntando: mas por que Maria? Não existem outros modelos? Obviamente que existem muitos outros. O Modelo por excelência é o próprio Jesus Cristo, mas a escolha por Maria é porque ela assume ser Mãe de Jesus em plena juventude. Escolhemos Maria, pois ela representa todos os jovens da face da terra. É Maria, a modelo de tantos santos da Igreja. É modelo para tantas pessoas engajadas na luta por um mundo melhor. Maria é modelo do jovem que luta por seus ideais. Tinha um projeto de vida e soube cumpri-lo até o final de sua vida. Maria é modelo de vida aos jovens, pois está sempre disposta a servir. Mesmo sabendo que iria ser a Mãe do Salvador, não deixa o orgulho subir-lhe a cabeça. Vai ajudar sua prima Isabel, pois estava grávida e precisava de ajuda. (Lucas 1,39-56). É modelo de vida porque está atenta a realidade que a cerca. (João 2, 1-10). Maria é compreensiva. Compreender as pessoas é um valor que falta no mundo de hoje. Ela compreende a atitude Jesus aos 12 anos e guardava tudo em seu coração. (Lucas 2, 51). Maria é modelo de coragem. Nos dias de hoje, muitos jovens fogem diante de qualquer problema. Buscam uma solução, muitas vezes nas drogas ou em outros vícios. Maria, diante da condenação e morte do seu filho Jesus não foge. Diz o evangelista São João que Maria ali estava e permanecia “de pé” diante da cruz. (João 7, 5).
Por estes e por tantos outros motivos é que eu apresento para você, jovem, Maria como modelo a ser imitado. Agora é a hora de você pensar sobre os modelos que você busca para imitar. Que modelos de vida você busca? Quais os valores que você encontra em seus modelos de vida? Estas são algumas de muitas questões que você tem que responder a si mesmo. Que tal esse modelo de vida proposto? Gostou? Você encararia essa parada? Eu acredito na força que emana de você, jovem, e nas suas condições de escolher um modelo de vida baseado nos verdadeiros valores que trazem a verdadeira felicidade. O desafio está lançado. Cabe a você a escolha certa. Que Maria, nossa Boa Mãe, te abençoe e proteja. 

Aproveito a oportunidade para desejar a todas mães dos meus leitores um Feliz dia das Mães. Que Deus abençoe a todas.
Que a nossa mãe seja também nosso modelo de vida.
Não se esqueça, nossa m~e nos trouxe ao mundo e nos ama muito.

Um abração

@brotherjohnp